Notícias gastronômicas de Fortaleza

Da minha passagem por Fortaleza, sigo com a certeza de que fui bem recebida e pude experimentar um pouco da culinária marcada pelo coentro e os frutos do mar. Fortaleza é famosa por suas lagostas, mas o que se come mesmo por lá é o camarão.

Tentei ampliar meus horizontes. No café da manhã do hotel pude provar, entre outras coisas, a famosa tapioca preparada na hora. Uma delícia!

A noite pra amenizar o calor, um sorvete de seriguela. Bem gostoso, mas tão forte e substancioso que valeu como refeição. Impossível ter fome depois daquele sorvete.

Em viagem de Fortaleza para Pecém, cidade  vizinha onde fui fotografar outro porto, um caminho cheio de cajueiros carregados da fruta. Coisa pra lá de linda: caju amarelo e vermelho. Brilhosos e perfumados. Também pude ver uma infinidade de mangueiras, paisagem pra lá de tentadora.

Cidade da pesca, Fortaleza oferece um vasto repertório que vai das famosas lagostas, hoje vendidas a preço de ouro nos restaurantes típicos para os turistas, ao serigado, outro nome para o badejo.

Para mim a lembrança que fica é o fim da praia de Mucuripe, um mercado de peixe no largo de uma praça, onde você compra o que quiser; peixe, camarão, vieras, mexilhões, lagostas… Tudo fresco, da pesca que chegou na madrugada.

Ali você escolhe o produto, paga uma pequena taxa e alguém vai preparar o seu peixe. Enquanto preparam, você escolhe uma mesinha para usufruir da vista da Beira mar, ou do Porto e degusta sua refeição.

É muito interessante ver as pessoas chegando no lugar  e entregando suas sacolinhas com peixe e/ou camarão. Disparado os mais consumidos.

Nessa ponta da praia, lotada de turistas e pessoas da cidade, os assaltos são frequentes. Fui muito prevenida e constantemente desencorajada a ir. Quando pensava em sair na rua com equipamento fotográfico, era tratada como louca. Mas no último dia, fui ao posto policial pedir ajuda para atravessar uma rua para ver e fotografar um trem que passa na porta de um restaurante. Sim, na porta ao lado de um monte de mesas. Qual minha surpresa, além de segurança ganhei, por algum tempo, um grande guia turístico. Foi graças ao gentil policial que me acompanhou e explicou um bocado de coisas sobre o mercado que eu pude trabalhar e postar essas fotos.

Levo de Fortaleza muitos sabores e a cor azul turquesa de um mar lindo!

 

Esse post foi publicado em Comidinhas, Cultura gastronômica e marcado . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s