Carré de cordeiro em redução de malbec e spaghetti ao pesto de hortelã

Fim de semana com muita comilança! Recebemos a visita para lá de especial da @Rayana Borba e do Jouber Castro. Ela jornalista e estudante de gastronomia, ele jornalista e glutão. Claro que tudo aconteceu em torno do fogão com direito de se comer apfelstrudel da clássica Confeitaria XV, que eles trouxeram de Joinville, mas a 1h da manhã. O roteiro turístico das visitas na ilha limitou-se à jornada em uma peixaria, um açougue e um supermercado.

Numa das muitas refeições, que era para ser mais rápida e leve, optamos por carrés de cordeiro em redução de malbec e spaghetti ao pesto de hortelã.

Antes de tudo os carrezinho, caprichosamente limpos, foram para uma marinada básica com sal, pimenta ,alho,  alecrim fresco e vinho. As aparas do cordeiro foram para uma panelinha refogar com cebola e alecrim e logo tudo foi mergulhado num vinho malbec e temperado com sal e pimenta. Isso ficou quase uma hora no fogo, reduzindo. Os carrés foram da marinada para o forno, onde não ficaram mais de 20 minutos e saíram ao ponto.

A massa de grano duro foi reparada na forma convencional e foi coberta apenas pelo pesto de hortelã. Para fazer o pesto usamos um almofariz e um pilão e maceramos folhas de hortelã frescas, nozes, azeite de oliva extravirgem (vai-se colocando aos poucos) e queijo parmesão ralado. Ao final acerta-se sal e pimenta.

Os carrés foram servidos cobertos com a redução de malbec que poderia ter sido incrementada com um pouco de fartinha de trigo (para engrossar) e um pouco de manteiga (para dar brilho). Este capricho fica para a próxima, mas ninguém reclamou.

 

Esse post foi publicado em Comidinhas e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

5 respostas para Carré de cordeiro em redução de malbec e spaghetti ao pesto de hortelã

  1. Jouber Castro disse:

    Ficou muito bom, bom demais! Até acho que aquela redução de malbec com as aparas de cordeiro tem personalidade suficiente para se tornar um prato independente, porque foi extremamente útil para “embalsamar” o estômago depois do espaguete.

    Foi um fim de semana delicioso, que justificou bem o “glutão”. Nunca ninguém me chamou assim!

  2. Rogério Christofoletti disse:

    Assim, não dá!
    Não consigo acompanhar vocês. Vou fazer um misto quente! saco!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alteração )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alteração )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alteração )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alteração )

Conectando a %s